Debates

Sobre o FSB - Fundo Soberano do Brasil

O Ministro Guido Mantega anunciou uma coisa, depois voltou atrás, e tenta uma saída honrosaEm O cofrinho do ministro artigo de estréia para a coluna regular, no sábado, para a Folha de São Paulo, em 17.05.08, argumentei que o assunto era mais uma má idéia do ministro: o  FSB - Fundo soberano do Brasil (veja a apresentação oficial). 

Veja também os artigos de Marcio Garcia cofrinho e a cadeira (Valor, 06.06.08), Paulo Rabelo de Castro Salvando o cofrinho do Mantega (FSP, 04.06.08) e de três professores da Unicamp (Maria Cristina P. de Freitas, Geraldo Biasoto Júnior e Daniela M. Prates, Fundo soberano made in Brazil, Valor, 06.06.08). Veja também o artigo de Miriam Leitão O destino do cofre (O Globo, 17.05.08) e o de Yoshiaki Nakano Fundo Soberano Brasil (FSP, 18.05.08), de Afonso Pastore Dois erros de política econômica, e de Vinicius Torres Freire, com a defesa do ministro Mantega defende seu fundo (FSP, 18.05.08). Ver também o Cofrinho e poupança de Ilan Goldfajn (OESP, 25.05.08) e o pronunciamento do Senador Francisco Dornelles sobre o assunto em 20.05.08 no Senado. Para uma discussão mais genérica ver As novas crias do capitalismo (Época, 28.01.08). Veja, sobre o assunto, a matéria de capa em The Economist (07.01.08) The invasion of the sovereign-wealth funds, e também a matéria  Asset-backed insecurity.  Veja o paper de Joshua Aizenman Reuven Glick Sovereign Wealth Funds: Stumbling Blocks or Stepping Stones to Financial Globalization? FRBSF (Federal Reserve Board of San Francisco) Economic Letter 38/2007, 14.12.2007. Mesmo antes do anúncio do ministro em 13.05.08, diversos economistas escreveram sobre a inconveniência de o Brasil criar o seu FRS: Claudio HaddadMarcio GarciaMaria Cristina PinottiMailson da NóbregaGustavo LoyolaAlexandre Schwartsman e Celso Ming. Veja o relatório de pesquisa da Goldman Sachs (Global Economics Weekly 07/38, 07.11.2007) Sovereign Wealth Funds Highlight the Changing World — and the Need for More.

Voltar